Páginas


23 de mai de 2012

Todo Mundo Morre - House acabou como começou, sendo um gênio.


"House acabou, e o mundo já me parece menos feliz." - Vanessa Martins.

Se você é contra Spoilers, NÃO LEIA ABAIXO!!!

"Todo Mundo Morre" é coalhado de participações especiais e de referências às temporadas anteriores.

O título retoma o nome do primeiro episódio do programa, exibido em 2004, "Todo Mundo Mente".

Como já aconteceu em outras temporadas, personagens que deixaram a série ou fizeram participações voltam para provocar House ou fazer as vezes de voz interior. Respondem a uma pergunta: House deve morrer?

Lawrence Kutner (Kal Penn), o médico-aprendiz de House que se suicida na quinta temporada, é o primeiro a voltar para tentar solucionar o mistério. Em seguida, Amber Volakis, a ex-namorada do melhor amigo do protagonista que morreu no final da quarta temporada, volta a assombrar o doutor.

O episódio mistura as alucinações de House, prostrado no chão em um prédio prestes a pegar fogo, com cenas em que está no hospital tentando diagnosticar um paciente que usa heroína para esquecer a dor física e que não vê graça na vida. Enquanto ouve as confidências com inédito interesse, House remói o passado e tenta decidir sobre o próprio presente.

Kutner diz que House deve viver. "A morte não é interessante e você só existe em função do que é interessante." A doutora Cameron (Jennifer Morrison) prega o contrário. "Acho que você merece morrer. Não como uma punição, mas como um prêmio. Você sofreu muito. Você merece a chance de desistir."

Wilson (Robert Sean Leonard), melhor amigo do médico que luta contra o câncer, é o personagem que determina o destino do doutor e o final agridoce.

A ausência de Lisa Cuddy (Lisa Edelstein), que interpretou a namorada de House, é a ausência mais sentida no epílogo da série. A atriz deixou a série no ano passado, em meio a desentendimentos.

Não vou escrever mais sobre o fim da série, porque como vocês viram acima, para mim ela é a melhor, e eu realmente estou triste por ela ter acabado.

Só fico imaginando se seria mais impactante se o House morresse de Lupus... ia ser épico.

Confira a nossa homenagem a série.





Leia mais sobre House.